Wilson Matos agradece votos, mas destaca ‘preconceito’ como obstáculo em campanha.

 

Com 5.667 dos votos, equivalente a 5,48% do eleitorado local, o advogado Wilson Matos (PTB) ficou na sexta colocação na disputa pelo comando da prefeitura de Dourados. Primeiro indígena a concorrer ao cargo público, ele teve como vice o professor Leonardo Pescinelli (PDT).

Em mensagem publicada em rede social durante a manhã desta segunda-feira (16), Wilson Matos agradeceu os mais de cinco mil votos e disse ser esta “apenas estreia do primeiro indígena como candidato a prefeito” sugerindo que ele ou outros indígenas poderão entrar na disputa nas próximas eleições.

O advogado de etnia Terena, esteve a frente da coligação “Igualdade para todos” com apoio da atual prefeita Délia Razuk (sem partido). Wilson mencionou ainda na publicação as dificuldades que enfrentou durante o período de pré-campanha e de campanha em Dourados.

“Vencer o preconceito, a discriminação e o racismo foi o maior desafio dentro e fora da minha agremiação, da coligação e do eleitorado. A maior dificuldade é que muitas pessoas não me conheciam, e ainda existe a cultura de que tem que votar em quem conhece”, disse.

Apesar de não ter conquistado a preferência do eleitorado douradense, o partido de Wilson conseguiu eleger dois nomes que vão compor o quadro de vereadores na Câmara de Dourados pelos próximos quatro anos: Jânio Miguel (PTB) e Liandra da Saúde (PTB).

Outros seis candidatos disputavam a sucessão de Délia Razuk. De acordo com dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), os demais concorrentes tiveram os seguintes votos: Alan Guedes (PP): 33,09% – 34.242/ Barbosinha (DEM): 30,59% – 31.650/ Racib Harb (Republicanos): 11,03% – 11.410/Mauro Thronicke (PSL) – 10,14%% – 10.436/ João Carlos (PT):  9,34% – 9.662/ Jeferson Bezerra (PMN): 0,33% – 344.

Fonte: https://www.douradosnews.com.br/eleicoes-2020/wilson-matos-agradece-votos-mas-destaca-preconceito-como/1141714/

Teste 15