Terreno abandonado vira depósito de lixo em Dourados

Em um terreno baldio na localidade tem muito lixo, como garrafas, televisores, plásticos e pneus.

Quem passa pela Sitioca Campina Verde, na entrada da BR-463, se depara com muita sujeira. Em um terreno baldio na localidade tem muito lixo, como garrafas, televisores, plásticos e pneus, o que propicia a proliferação do Aedes aegypti, que transmite dengue e vírus da Zika.

No último boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde, divulgado no dia 5, apontava 146 casos suspeitos de dengue em Dourados, com 35 confirmações, só neste ano. Já em Mato Grosso do Sul, desde o início do ano, dez pessoas já morreram devido à doença.

Segundo uma douradense, que enviou fotos para a 94FM na manhã desta sexta-feira (7) para mostrar a situação precária, até mesmo o acesso fica complicado, porque a quantidade de lixo é tanta que dificulta o acesso pelo local.

Por causa da sujeira, a mulher relatou que tem muito escorpião e cobra na localidade. Além disso, tem três postes sem energia elétrica.

erreno baldio com sujeira na sitioca Campina Verde – Foto: divulgação/94FM

Fonte: 94Fm Dourados

Teste 15