Estado anuncia entendimentos para abrir mais 30 leitos de UTI para Covid em Dourados

A Secretaria estadual de Saúde rebelou, no começo da noite desta quinta-feira (18), entendimentos com a Prefeitura de Dourados e a Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) que vão possibilitar a abertura de 30 novos leitos de UTI no HU (o Hospital Universitário) da UFGD. A medida vai incorporar também 20 novos leitos clínicos, chegando a 50 novas estruturas para pacientes de Covid-19 no HU, e que deverão ser instaladas na recém inaugurada estrutura do Hospital da Mulher e da Criança.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, o assunto foi tratado com o prefeito Alan Guedes, o reitor da UFGD, Lino Sanábria, e o superintendente do HU/UFGD, Luiz Augusto Freire Lopes, por meio de uma vídeo-conferência realizada quarta-feira (17) desta semana. De acordo com o que está sendo proposto por Geraldo, o Estado vai arcar com os custos dos novos leitos até que sejam habilitados pelo Ministério da Saúde; também vai fornecer os medicamentos, insumos e EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) necessários, restando à Ebserh suprir os leitos com os recursos humanos, como médicos, enfermeiros e técnicos.

Geraldo Resende explicou que já existe, na estrutura do HU, 10 leitos de UTI cedidos pelo Estado e há o compromisso de uma empresa que possui planta industrial em Dourados, de fazer a doação dos equipamentos necessários para a montagem dos novos leitos.

“A taxa de ocupação de leitos de UTI em Dourados, Ponta Porã, Três Lagoas e Naviraí chegou em 100%. Estamos fazendo esforços imensos para conseguir a abertura de novas estruturas em Dourados e também nesses municípios, a fim de que nenhum paciente de Covid-19 fique sem atendimento”, explica o secretário.

O gestor disse que esse trabalho de articulação com prefeitos e secretários municipais de Saúde possibilitou a abertura, nesta quinta-feira (18), de 10 novos leitos de UTI em Três Lagoas e outros 10, na quarta-feira (17), em Ponta Porã. “Agora, aguardamos uma resposta urgente da Eberh para que tenhamos mais esse incremento no município de Dourados”, concluiu.

Teste 15