Após saída da Mediall, Funsaud contrata empresas para atendimentos no Hospital da Vida

O diretor-presidente da Funsaud (Fundação dos Serviços de Saúde de Dourados), Jairo Jose de Lima, ratificou dispensa de licitação número 013/2021, com objetivo de contratar empresas para atendimento aos pacientes internados em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e enfermarias do Hospital da Vida.

Tornado público no Diário Oficial do Município desta segunda-feira (29), o documento menciona a contratação de duas pessoas jurídicas por valores que, somados, totalizam R$ 1.498.824,00. Os prazos previstos para execução dos serviços variam entre um e seis meses.

Por R$ 937.224,00, a MID – Medicina Intensiva Dourados LTDA, inscrita sob o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica número 24.427.177/0001-37, foi contratada “para operacionalização e execução do Serviço Médico Especializado em Medicina Intensiva Adulto em atendimento a pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva Respiratória do Hospital da Vida”, referente a 10 leitos, “e responsabilidade técnica em Medicina Intensiva no âmbito da UTI Respiratória”.

Outros R$ 561.600,00 deverão ser pagos à Clínica Médica Santana LTDA, cujo CNPJ é o 21.213.845/0001-35, para quem foi delegado o “serviço médico em enfermaria respiratória do Hospital da Vida” em 20 leitos, “dentro dos padrões estabelecidos e/ou recomendados pelos órgãos de classe e instituições de fiscalização profissional em geral, a todos os atendidos pela contratante”.

MID 

Para a MID, essa contratação prevê o pagamento de R$ 72 mil por responsável técnico em uti respiratória com titulação em medicina intensiva, por um mês.

Também são descritos R$ 174.024,00 por dois meses de serviço diarista (04 horas diárias) com titulação em medicina intensiva.

Outros R$ 691.200,00 deverão custear por seis meses plantonista “(titulação residência médica em área básica ou que tenham ao menos 2 anos de experiência clínica e, nesses casos, apresentem no mínimo três certificações atualizadas entre as descritas a seguir: a) suporte avançado de vida em cardiologia; b)fundamentos em medicina intensiva; c) via aérea difícil; d) ventilação mecânica; e) suporte do doente neurológico grave”.

Clínica 

Já a Clínica Médica Santana deve receber os R$ 561.600,00 previstos em contrato pelo serviço de plantonista – para atendimento enfermaria clínica Covid durante seis meses.

Anterior

Em 23 de dezembro de 2020, a Funsaud havia contratado a Mediall Brasil S.A, inscrita sob o CNPJ número 27.229.900/0001-61, por R$ 3.420.000,00, para “execução de serviços médicos hospitalares visando o gerenciamento técnico e administrativo de 10 (dez) leitos de UTI adulto tipo II e 20 (vinte) leitos clínicos de enfermaria, exclusivos para atender pacientes com patologia associada ao vírus COVID-19 (sars-cov-2) e síndrome respiratória aguda grave, disponibilizado no Hospital da Vida, pelo período de 03 (três) meses”.

Teste 15