16 são baleados em festa no estado de Nova York; 2 morrem.

 

Duas pessoas morreram e outras 14 ficaram feridas em um tiroteio em Rochester, estado de Nova York, na madrugada deste sábado (19), segundo a polícia.

O tiroteio ocorreu em uma festa realizada no quintal de uma casa. A festa reunia cerca de 100 pessoas. Segundo o chefe de polícia interino de Rochester, Mark Simmons, elas correram dos tiros em uma “cena muito caótica”.

Dois jovens, um homem e uma mulher, morreram. Os feridos foram internados em dois hospitais e não correm risco de vida.

Simmons disse que não está claro se o tiroteio foi um ato de violência direcionado ou aleatório.

O tiroteio foi na Pennsylvania Avenue, em uma residência localizada no bairro Marketview Heights.

A polícia foi informada sobre a festa após denúncia para o número de emergência 911 sobre o tiroteio. “Esta é mais uma tragédia em que indivíduos estão realizando festas ilegais”, disse Simmons, se referindo à pandemia de Covid-19. “Quando você adiciona álcool e violência, torna-se uma receita para o desastre”, lamentou.

A polícia ainda não identificou os responsáveis pelo tiroteio.

“Esta é uma tragédia de proporções épicas e inéditas, e nós faremos tudo o que pudermos para levar os envolvidas à Justiça”, disse Simmons.

O tiroteio ocorre em meio às tensões entre a polícia de Rochester e a comunidade negra da cidade após a divulgação em 2 de setembro de imagens mostrando o sufocamento de Daniel Prude enquanto era contido pela polícia. Prude sofria de problemas de saúde mental e estava desarmado. Desde então, Rochester tem sido palco de protestos diários.

Simmons assumiu como chefe interino de polícia nesta semana, depois que a prefeita Lovely Warren demitiu o chefe La’Ron Singletary por ter escondido as imagens do sufocamento de Prude – o caso ocorreu em março. Vários outros oficiais da polícia estão deixando seus postos por causa das consequências do caso Prude.

Fonte: G1 (www.g1.globo.com)

Teste 15